Follow by Email

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Poesia publicada na Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Vol. 90 - Junho de 2012.


Núbia Cavalcanti dos Santos
Sanharó / PE

Cicatrizes na alma


Eu preciso recomeçar
Seguir meu caminho em frente
E curar essas cicatrizes profundas
Que em minha alma estão arraigadas
Como se fossem espinhos pontiagudos
Que ferem e fazem sangrar
Um coração que vive amargurado
Por ter sido abandonado.

Eu preciso esquecer
Sonhos construídos no auge da paixão
Sob a luz incandescente do luar
Como se fossem castelos de areia
Que desmoronaram repentinamente
Com o vaivém das marés
Restando apenas o cheiro da maresia
Antes do raiar do dia.

Eu preciso reaprender a viver
Preciso reencontrar o meu “eu”
Que no passado ficou perdido
E dar mais uma chance ao meu coração
Abrindo-o para um novo amor
Que há de chegar com o início da primavera
Trazendo o aroma suave das flores silvestres
Que desabrocham ao romper da aurora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário