Follow by Email

sábado, 21 de junho de 2014

Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Volume 114 .

Núbia Cavalcanti dos Santos
Sanharó / PE

Egoísmo - doença maligna

Esses pobres homens...
Gananciosos e inescrupulosos
Orgulhosos das suas falsas proezas
Impingindo com a força de um poder supérfluo
Seus humildes subalternos
Manipulando-os, escravizando-os...
Ostentando assim força do seu poder aquisitivo.

Dignidade e humildade, é o que lhes falta!
O que lhes sobra, egoísmo e arrogância!
Em busca de fama e poder
Não relutam em roubar sonhos alheios
Condenando ao fracasso e à degradação
Aqueles que não encontram força para lutar!

Mutilam sonhos, esperanças...
Aniquilam vidas, oprimem desejos...
Logram toda a humanidade...
Impõem regras, violam leis...
Guardiões da maldade e da crueldade...
Nódoa de um ser vil, avarento...
Abutre que marginaliza nossa sociedade!

NÃO TENTE, JAMAIS!

Não tente puxar o meu tapete!
Ele tem a cor amarela
Que simboliza luz e energia;
Tem a cor azul
Que simboliza sonhos e desejos;
Tem a cor branca
Que simboliza sinceridade e paz;
Tem a cor laranja
Que simboliza gentileza e emoção;
Tem a cor verde
Que simboliza vida e esperança
E tem a cor violeta
Que simboliza dignidade e respeito.
Mas também tem as mãos de DEUS
Que o seguram firmemente
Impedindo impedindo minha queda!

Não tente roubar os meus sonhos!
Eles são arquitetados por DEUS
Que me guia para que eu os realize
Sem interferir nos sonhos alheios...
Também têm todas as cores do meu tapete
E cabem dentro do meu coração!

Não tente atropelar a minha esperança!
Saiba que eu a alimento com a fé me enviada por DEUS
Que a protege com o escudo do Seu poder e da Sua força
Impedindo que o algoz traiçoeiro
Jamais ultrapasse a muralha que a cerca
E a assassine cruelmente!

Não tente destruir as flores do meu jardim!
Eu as plantei com as sementes do bem
E as rego a cada amanhecer
Com gotículas do mais puro amor
Que as faz crescer e florescer
A cada primavera!

Não tente impor com sua arrogância
Poderes que acreditas ter sobre mim
Porque és apenas um ser despudorado
Tentando ferir o meu caráter
Acreditando que és inabalável
E jamais cairás do teu pedestal!

Então:
Apague do seu tapete
Aquela cor preta
Que simboliza o luto e o mau agouro;
E também a cor vermelha
Que simboliza o sangue e a agressividade .
Pinte-o com as cores do meu tapete.

Porque:
Não é puxando o meu tapete
Que você terá as minhas virtudes e qualidades;
Não é roubando os meus sonhos
Que você realizará os seus;
Não é atropelando a minha esperança
Que farás com que que eu perca a fé em DEUS;
Não é destruindo as flores do meu jardim
Que colherás as sementes que plantei;
Não é impondo com arrogância
que tomarás posse do meu caráter e dignidade!

Lembre-se que:
O Universo é vasto e infinito
E haverá sempre um lugar ao sol
Para cada um de nós
Inclusive você!