Follow by Email

domingo, 7 de junho de 2015

Poema publicado no livro "Amor em sol maior" - Edição Especial

Núbia Cavalcanti dos Santos
Sanharó / PE

Contradições

Posso até reclamar da vida
E das escolhas erradas que fiz
Mas o que eu não posso é deixar
Que os meus dissabores destruam
Os sonhos que ainda cultivo.

Posso até querer ignorar o mundo ao meu redor
E esconder-me no meu mundinho de faz de conta
Mas o que eu não posso é deixar
Que a amargura tome conta o meu ser
Transformando o meu coração em pedra.

Posso até me revoltar contra o destino
Culpando-o pelas minhas escolhas
E pelos erros que cometi
Mas o que eu não posso é deixar
De tentar mais uma vez.

Posso até sentir-me derrotada
Por não ter sido capaz de ter ao meu lado
Aquele que tanto amei
Mas o que eu não posso é deixar
De acreditar que o amor ainda existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário