Follow by Email

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Volume 112.

Núbia Cavalcanti dos Santos
Sanharó / PE

Amor impossível


Quando se vive um amor impossível
A alma grita em silêncio
Tentando sufocar a dor lancinante
Incrustada dentro de peito
Como um espinho encravado
Que machuca e faz sangrar.

E nem mesmo o tempo que passa
Apaga esse amor impossível
Ou diminui o padecer
Do coração de quem ama
Mesmo sendo esse amor
Tão somente uma ilusão.

E quando a noite chega
Traz com ela a solidão
Que mais parece um acalanto
Para um coração desolado
Que sofre amargamente
As dores de uma paixão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário