Follow by Email

domingo, 7 de junho de 2015

Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Volume 121.


 
 
 
Núbia Cavalcanti dos Santos
Sanharó / PE

Marcada pela vida
           
  Não me reconheço mais!
Minha imagem refletida no espelho
Traduz nitidamente os sinais
De que o tempo deixou marcas profundas
Incrustadas no âmago do meu ser
Difíceis de serem contornadas
Impossíveis de serem apagadas.

No meu semblante sombrio
Cada ruga simboliza um capítulo
De uma história marcada por desilusões
Que transformaram o meu coração
Em um deserto íngreme
Escasso de sonhos e esperança
Que se foram com o tempo.

E, como um falso brilhante
Meu olhar foi ficando opaco...
Como uma rosa decepada
Meu sorriso foi murchando...
Como um céu sem estrelas
Minha vida foi se apagando...
E, pouco a pouco, eu fui morrendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário