Follow by Email

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Poesias Encantadas - V.

INGRATIDÃO!

Às vezes, paro e me pergunto
Se esse amor que sinto por ti é real
Ou se é somente uma doce ilusão?
Mas, como posso me enganar
Se o que sinto em meu peito é tão profundo
Que chego a passar mal
De tanto que dói o meu pobre coração
Por insistir em te amar?

E nessa confusão de sentimentos
Tento encontrar uma saída
Um jeito que me faça te esquecer
Arrancando-te dos meus pensamentos
E dando um fim ao meu padecer
Trazendo-me de volta à vida
E resgatando a felicidade que de mim fugiu
Quando o meu coração você feriu.

Sei que amor por mim não sentias
E que para ti nada signifiquei
Fui somente um capricho teu
E os meus sonhos pelo caminho eu os abandonei
E segui em frente, tentando por um fim
Nesse amor insano, que dentro de mim
Em solidão transformou os meus dias

E quase me enlouqueceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário