Follow by Email

sexta-feira, 2 de março de 2012

Poesia publicada na Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos - Vol. 87 - Março de 2012

 
 
 
 
Núbia Cavalcanti dos Santos
Sanharó / PE

Sem rumo

Hoje, o meu coração
É como um rio em desalinho
Que não sabe que rumo tomar
Depois que você se foi
Para bem distante
Sem nenhuma explicação.
E, como uma gaivota triste
Que voa solitária
Cruzando o infinito horizonte
Assim estou eu, sozinha
Perdida em meus pensamentos
Repletos de lembranças de outrora.
Será que um dia irás voltar
E pedir-me perdão
Por todo esse sofrimento que me causaste?
Ou será que fui apenas um brinquedo
Que usaste e jogaste fora
Quando não mais te servia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário